terça-feira, 20 de fevereiro de 2018

SUMÁRIO


SUMÁRIO

Itinerário para uma leitura metafórica...............................011
Experiência Analítica............................................................013 

Parte Um: A Criação de Deus

Preliminares...........................................................................015
O Nascimento da Humanidade.............................................017
Corpo e Espírito.....................................................................019  

Parte Dois: Poemas Enigmáticos

01# O Futuro do Planeta.......................................................024
03# Ameaças Cósmicas..........................................................025
04# O Sol.................................................................................026
05# Aliança de Corrente........................................................028
07# Homem Planeta Terra....................................................029
08# Hiperbárico.....................................................................030
12# Xadrez..............................................................................031
14# Buraco Negro..................................................................032
15# Buraco Branco................................................................033
16# Três Reis..........................................................................034
17# Três Verdades.................................................................035
18# Círculo.............................................................................036
19# Par ou Ímpar...................................................................037
22# Lado Direito de Deus......................................................039
23# Lado Esquerdo de Deus..................................................040
24# Três Poderes Ocultos......................................................041
25# Torcedor Oponente.........................................................042
26# Sem Armas, Sem Escudos..............................................044
27# Lógico ou Lógica.............................................................045
28# Gato..................................................................................046
29# Pobre diabo......................................................................047
30# Galo da Madrugada........................................................049
31# A Reta..............................................................................050
32# Homens e Animais..........................................................051
33# Sou Poeta.........................................................................052
34# Autossuficiência..............................................................053
35# Corpo e Alma..................................................................054
40# Originário........................................................................055
42# Pra ti e para mim............................................................056
43# Jogo Divino......................................................................057
45# Esperteza.........................................................................059
46# Interpretação...................................................................060
48# Cachaça............................................................................061
50# Justiça humana!?............................................................063
53# Extraterreno....................................................................064
54# Buraco Galáctico.............................................................066
55# O Céu Átimo....................................................................067
57# Forças Armadas..............................................................068
59# Caminhos da Humanidade.............................................070
60# Eles e Nós.........................................................................071
61# Mentira............................................................................073
62# Antídoto...........................................................................074
63# Há muito tempo...............................................................075
64# Confraria.........................................................................076
65# União intelectual.............................................................077
66# Províncias........................................................................078
67# O cérebro e a mente........................................................079

Parte Três: Nas Elipses das Orações

02# Evolução...........................................................................082
06# Dissuasão.........................................................................084
09# Medo ou Coragem de Altura.........................................085
10# Saudade............................................................................086
11# Saber Calcular................................................................087
13# Agradecimento................................................................088
20# Amizade...........................................................................089
21# Subestimar Preocupado.................................................090
36# Você ou eu?!....................................................................091
37# Aceitar!?..........................................................................092
38# Homem e Terra...............................................................093
39# Espelhar...........................................................................094
41# Indomável!?.....................................................................095
44# Lágrimas..........................................................................096
47# Abraço..............................................................................097
49# Trogloditas.......................................................................099
51# Voar..................................................................................100
52# Grande homem................................................................101
56# Ninjas...............................................................................102
58# Forças Espirituais...........................................................103
68# Esses dias humildes.........................................................104
69# Depende de você..............................................................105
70# Doente..............................................................................106
71# Indígena ou Alienígena...................................................107
72# Anjo..................................................................................108
73# Mesmo sangue.................................................................109
74# Evidência vidente............................................................110
75# Poema ou Poesia..............................................................111
76# Gênio................................................................................112
77# Eu, o próprio...................................................................113
78# Intenções..........................................................................114
79# Mente humana................................................................115
80# Consciência multíplice....................................................116
81# Vitima protagonista........................................................117
82# De mim.............................................................................119
83# Confusões.........................................................................120

Parte Quatro: A Vida Após a Morte do Corpo

Preliminares...........................................................................121
O Renascimento da Vida do Homem...................................122
Corpo e Alma.........................................................................124  

Parte Cinco: Fé Divina e Ciência Científica

Preliminares...........................................................................127
Dois Universos........................................................................128
O Espírito Santo.....................................................................132

A Matemática e o Português


“Na matemática a resposta com os números

 pode ser diferente, mas realizam os 

mesmos 

cálculos; utilizando diferentes sinais e

 fórmulas.

 No português à metáfora com as letras 

podem ser iguais, mas realizam as 

diferentes 

interpretações; utilizando a mesma 

pontuação e gramática.”

sexta-feira, 18 de dezembro de 2015

Sobre Deus Pai e Mãe Natureza



A Natureza até pode ser comparada com a complexidade da nossa mente, mas a nossa mente não pode jamais ser comparada com a sabedoria de Deus.


Estou em um lugar que pode ser considerado o paraíso, porque posso sentir que estou com os dois no lugar certo e na hora certa para ouvir o desabafo da mãe Natureza, pois agora ela está muito cansada e com uma grande ressaca, só de olhar daqui de cima para o mar posso ver. Quando olho para o céu e vejo sua cor avermelhada reluzindo no horizonte e chocando-se com o mar, sei que está na hora de apagar a luz e deixá-la sozinha. Os seres humanos que andam pela rua na madrugada esquecem que existe a Natureza. Outros seres humanos se caso tivessem um pouquinho da humildade e sabedoria de Deus, sem sombra de dúvida seriam os poetas.


Deus é o Pai e a Natureza é a Mãe.


A bondade do Pai é testemunha que Ele não criou a Mãe Natureza e, também, que não é ele quem à governa.


A Mãe é tantas vezes tão desrespeitada por seus filhos que acaba se enfurecendo. O aquecimento global é a resposta de quanto os seus filhos são mal educados e ingratos a ela.


Agora nesse silêncio que aqui estou com o Pai e a Mãe, eu aprendi:

Que o Pai é tão sábio que deu o livre-arbítrio aos seus filhos;
Que a mãe é tão boa e forte, porque vem hà tanto tempo aguentando a ingratidão de seus filhos deseducados;
Se os filhos pensam que o Pai nunca ajudou é porque nunca enxergaram o esforço que o Pai faz para serem felizes;
Se um filho pensa que a Mãe não está iluminando o caminho dele é porque seus pensamentos estão em uma profunda escuridão;
Todos os seres com vida que habitam a Terra são irmãos, no entanto, filhos de Deus Pai e Mãe Natureza.

sábado, 25 de fevereiro de 2012

A reta



Pra que lado vai à humanidade
A materialidade não sai da cabeça?!...
A sensibilidade não consegue evoluir
A sociedade só pensa no negócio lucrativo
O sistema manipula a remuneração
A recompensa verdadeira é divinal
A origem da vida começa do zero
O homem forma o corpo e a mente
Deus cria a vida, que é o espírito, com liberdade
O homem cuida do corpo e educa a mente
Deus aponta o caminho do bem para a vida
Os seres têm o direito de enxergar o bem ou o mal
A escolha humana é uma reta positiva ou negativa
A neutralidade evita ou acalma o choque
O enfrentamento não trás benefícios a ambas as partes
Tanto o corpo como a alma, ficam no prejuízo
Atitudes desumanas desencorajam o espírito
A alma só dependerá da coragem sem o corpo
No purgatório Deus revelará os erros
A sabedoria pura fortalece o espírito que é santo
A esperteza covarde enfraquece o espírito
... -3, -2, -1, 0, +1, +2, +3...

quarta-feira, 30 de novembro de 2011

Autossuficiência


Ó grande homens! Tão poderosos!?...
Capazes de criar, procriar e inventar
Satisfazem todas as próprias vontades
Mentem até mesmo pra si mesmo
Vivem profundamente umas ilusões
Alimentam muito bem seus vícios capitais
Crescem e se engrandecem demais
Desprezam os pobres, infelizes, ricos
Cobiçam a fortuna de forma mais fácil
Doam somente as porcarias inúteis
Vendem apenas para obter lucro
Moldados pelo sistema cultural
Formados nem um pouco social
Assassinos da civilização
Vemos tudo, mas não entendemos nada
Escrevemos tudo, mas não lemos nada
Trabalhamos muito e brincamos muito mais
Fazemos muito e construímos muito mais
Descobrimos os planetas e as galáxias
Estudamos coisas sobre estrelas e universos
Engordamos os vermes parasitas
Manipulamos os parasitas viróticos
Devemos automedicar nossa mente
Já iniciamos do zero muitas vezes
POETA DUGO'S

quarta-feira, 13 de julho de 2011

POESIA

A poesia, ou gênero lírico, ou lírica é uma das sete artes tradicionais, pela qual a linguagem humana é utilizada com fins estéticos, ou seja, ela retrata algo que tudo pode acontecer dependendo da imaginação do autor como a do leitor. "Poesia, segundo o modo de falar comum, quer dizer duas coisas. A arte, que a ensina, e a obra feita com a arte; a arte é a poesia a obra o poema, sendo o poeta o artífice (1- Artesão 2- Quem cria algo)”. O sentido da mensagem poética também pode ser importante, ainda que seja a forma estética a definir um texto como poético. A poesia compreende aspectos metafísicos (no sentido de sua imaterialidade) e da possibilidade desses elementos transcenderem ao mundo fático. Esse é o terreno que compete verdadeiramente ao poeta (1- Escritor que compõe poesia 2- Aquele que é inspirado por sonhos e suas fantasias; idealista).
Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

terça-feira, 31 de maio de 2011

Evolução

Quando fiz ‘um’ aninho
Aprendi a dar os primeiros passos
Quando fiz ‘cinco’ aninhos
Já estava aprimorando a velocidade
Quando fiz ‘dez’ aninhos
Estava aprendendo a dar saltos
Quando fiz ‘quinze’ anos
Os saltos já eram até mergulhos
Quando fiz ‘vinte’ anos
Apaixonei-me pela primeira vez
Quando fiz ‘vinte e um’ anos
Ela se apaixonou por mim
Quando fiz ‘vinte e dois’ anos
O que mais queria era decolar
Quando fiz ‘vinte e três ‘ anos
Tombei e quase morri junto
Quando fiz ‘vinte e quatro’ anos
Apaixonei-me novamente
Quando fiz ‘vinte e cinco’ anos
O amor floresceu em minha vida
Quando fiz ‘vinte e seis’ anos
Comecei a arriscar o melhor pra mim
Quando fiz ‘vinte e sete’ anos
Tudo começou a melhorar pra mim
Quando fiz ‘vinte e oito’ anos
Descobri o que quero de verdade
Agora aos ‘vinte e nove’ anos
Cada dia que passa é o melhor
Está sempre sendo o melhor
Independente do que aconteça
Quando o dia é bom, que bom
Quando o dia é ruim, aí eu comparo
Lembro do dia bom e ele se torna melhor
Tornando o dia ruim em bom
Porque aprendo mais ainda do dia bom
Por causa de o dia ruim fazer-me lembrar
Do dia que tive o melhor sentimento:
Carinho, força e cuidado.

Poeta Dugo's